O plano pode negar atendimento?

Casos de urgência ou emergência que ponha em risco a saúde ou integridade da pessoa não pode haver recusa de atendimento imediato (Art. 35-C da Lei nº 9.656/98).

Todas as coberturas, exclusões e condições completas precisam constar em contrato (Art. 16 C da Lei nº 9.656/98).

Cabe verificar se:

  • O procedimento é coberto pelo Rol da ANS;
  • O plano está na modalidade e região pretendido;
  • Segunda opinião médica/odontológica é compatível;
  • Existe possibilidade de piora ou consequências no quadro de saúde do paciente;

Há conciliação com área de relacionamento e/ou Ouvidoria da operadora.

error: Botão desabilitado!